Como os outros vêem as garotas evangélicas. Meninas evangélicas em enquetes, pesquisas, desenhos e nas mídias.







Por quê as evangélicas são mais gostosas?

Enquetes mostram que as evangélicas são mais gostosas. A imagem da evangélica no Brasil.

Olá meninas abençoadas, hoje queremos refletir sobre um fenômeno interessante: As evangélicas são consideradas mais gostosas.



Várias enquetes mostram, que evangélicas são consideradas mais gostosas.
Por exemplo a enquete "Como há de ser uma gata brasileira gostosa e boa?" http://www.orkut.com.br/Main#CommPoll?cmm=11766843&pid=979563141&pct=
1346258315&fsr=1 . Nela a maioria dos homens acha que a gata ideal deve ser evangélica. Evangélica significa algo atraente também para os não-evangélicos.
Uma outra enquete mostra que os homens gostam mais de prostitutas evangélicas é essa: Como há de ser uma prostituta ideal e perfeita?http://www.orkut.com.br/Main#CommPoll?cmm=2095511&pid=1427122449&pct=1338540596

Outras enquetes mostram, que quase 50% dos homens peferem prostitutas evangélicas ou já fizeram a experiência, que prostitutas evangélicas são mais gostosas, uns 30% acham que tanto faz, e uns 7% preferem católicas e outros 15% ateias. Os que preferem ateias pensam que elas são mais inibas no sexo, mas a maioria sabe que isso é uma ilusão, porque essa safadeza do mundo se desfaz logo, porque as meninas do mundo pensam só em suas vantagens, enquanto as evangélicas querem servir e oferecem verdadeira paixão, amor e submissão. Além disso agrada a natureza alegre e feliz, mas não metida, antes um pouco tímida, mansa, meiga e dócil. 
Evangélica significa então algo atraente também para os não-evangélicos. Por que é assim? A resposta achamos em outras enquetes como por exemplo essa:
(Ache as enquetes a seguir em http://www.orkut.com.br/Main#CommPolls?cmm=118177481 )

53 votos (até agora) relatam que as evangélicas são mais gostosas porque elas abrem mais as pernas no sexo, molham mais fácil, oferecem sempre também o cuzinho e se entregam totalmente. 50 pessoas elogiam que elas chupam com mais dedicação e engolem tudo. 48 gostam que elas andam muito de saia e têm um andar mais feminino, e 46 elogiam que elas são mais limpinhas e que adoram tapas na xaninha nua. Em tudo uma imagem de uma mulher bem feminina, limpinha e submissa, que se entrega sem frescura. Não dá pra estranhar, que as mais gostosas nesse sentido são consideradas as meninas da Assembleia de Deus, que sempre se destacam com seus vestidos, saias e saltos altos, hábitos e andares femininos e submissão total.

A próxima enquete mostra a expectativa em uma evangélica boa. Eles desejam que ela engula tudo e ofereça sempre também o cuzinho, que ela seja uma dama na rua, mas uma prostituta na cama e que ela deixe ver a calcinha, quando senta. Interessante que todas as enquetes dividem os internautas no meio pela questão se ela deve ser alegre e sorridente ou tímida e calada.



Em resumo se mostra, que também para uma garota evangélica é muito mais importante nos olhos dos outros ser gostosa, dedicada e submissa na cama, do que ser dedicada na igreja. Isso é uma pena, mas fazer o quê, né? Uma boa menina evangélica submissa deve se submeter ás exigências dos outros e ganhar os corações deles assim também para Cristo.
Uma outra enquete interessante encontra se em um site bastante pornográfico de uma jovem prostituta evangélica:  Como há de ser a conduta de uma puta verdadeiramente evangélica? no site http://petalaparreira.webnode.com/  Os internautas acham o mais importante que ela engole tudo, ofereça sempre também o cuzinho e sobretudo que ela adore dormir com um dedo do parceiro no cuzinho. Essa deve ser uma visão mais do lado sexual, tratando se de um site pornográfico.

Em geral é um resultado claro, que os homens preferem evangélicas não somente para casar, mas também para namorar, ficar e até como prostitutas. Isso mostra que têm no seu interior uma saudade de pessoas boas. Hoje em dia tem uma grande carência de meninas que têm fé e se comportam também no dia a dia em conformidade com sua fé. Eles gostam de garotas que são religiosas, boas, submissas, limpas e atendem bem ao homem. Com certeza não são realmente limitados a evangélicas, mas aceitariam da mesma forma uma menina católica, ortodoxa, copta, mórmon ou outra, que se comporta assim como uma evangélica ideal. 


Garotas abençoadas: Não pensem que quero animá-las para ficarem com os pretendentes. Relatei somente, que eles gostariam de ter relações com moças cristãs desse jeito. Saibam que vocês são gostosas também nos olhos do mundo, apesar de seus vestidos maiores e seu comportamento menos safado. Usem esse conhecimento como arma em favor de Cristo. A beleza e limpeza de seu corpo e a sua submissão aos homens e aos desejos sexuais dos homens podem ser o engodo. Deus lhes deu a beleza e todos esses dons, agora usem-nos em favor a Ele. Atraem os homens, mas não se vendam de graça. Tragam-nos para as igrejas, contem-lhes de Cristo e de sua fé e esperança. Mostrem que o caminho certo para ter uma moça boa assim à disposição é aceitar a Cristo e casar com ela. 



Aos pés de Jesus nós todas somos pecadoras, mas ele perdoa e nos ama. Assim como Cristo é a cabeça da igreja, o homem é a cabeça da mulher, e ela aplica o seu amor a Cristo ao homem, contando assim pelo seu comportamento meigo e submisso do amor de Cristo.




Enquetes sobre evangélicas bonitas e gostosas:
Quem é a evangélica mais bonita do mundo? 

Quem é a mulher ou menina evangélica mais gostosa do Brasil? 
A maior enquete sobre esse tema foi encerrada há pouco, e deixou como favorita clara a atriz de pornô Julia Paes. Outras enquetes visam o mesmo resultado. Só a enquete aqui em baixo de uma comunidade evangélica do orkut destaca ao lado de Julia Paes e Mara Maravilha duas prostitutas novinhas, que levam o primeiro e segundo lugar. A explicação deve se simplesmente ao fato que elas tem muitos amigos no orkut que gostam delas:
A escolha entre 30 atrizes, modelos, dançarinas, prostitutas e outras gostosas evangélicas está surpreendendo: No orkut fica na liderança a prostituta brasileira Nanda de Aracaju. Já no blog putasevangelicas.blogspot.com.br uma nova enquete está sendo realizada só com evangélicas brasileiras, ainda não tem uma decisão clara, mas Nanda está novamente entre as melhoras, entre elas a pastora Natália Nara, que posou no playboy.
Leia nos blogs putasevangelicas.blogspot.com.br

Veja aqui algumas das candidatas mais quentes:

 





Quem é a evangélica mais gostosa do Brasil?
Escolha sua favorita, marca a caixinha na frente do nome e clica em votar no fim da enquete
Pastora Natália Nara, ex-capa de playboy e BBB
Virou evangélica com 19 anos, venceu o curso Iracema com 20 anos, virou capa da Playboy com 22 anos, trabalha na TV, virou pastora com 27 anos.

Valéria Valenssa, ex-globoleza e dançarina nua no carneval

Trabalhou mais de 10 anos como globoleza e como rainha no carneval. Virou evangélica nos últimos anos da carreira (na foto em baixo ela já é evangélica) e hoje ela prega em igrejas.











Carla Perez, ex-dançarina de O Tchan. 4 capas da playboy.

Dançarina famosa virou evangélica no fim da carreira.








Suzana Alves, a Tiazinha. 1 capa da playboy
Dançarina famosa virou evangélica no fim da carreira e hoje prega em igrejas.



Meyrielle Abrantes, 1 capa da playboy 2013

A nordestina gostosa casou com o senador pernambucano Jarbas Vasconcelos, que tem 41 anos mais do que ela. Ela é evangélica desde adolescente, e posou para o playboy depois da separação do marido.






Luana Piovani, atriz, nua na revista Trip
 A atriz linda da igreja adventista é evangélica desde adolescente

Pastora Bruna Tavares, Ex-BBB, nua na Paparazzo
Participou do BBB em 2007, Virou evangélica em 2010 e tornou-se pastora





Aline Franzoi, ring-girl com bu...tinha apertadinha, capa playboy 2013      A ring-girl do UFC São Paulo acompanha as lutas e os lutadores desse esporte, é evangélica desde cedo e posou para a Playboy em 2013. Famosa pela perfeição de sua bucetinha adora shortinhos no trabalho que vislumbram as belas formas.




Barbara Evans, atriz. 1 capa da playboy 

A filha de Monique Evans, ao ser convidada para ser a capa da revista Playboy disse que essa proposta foi “plano de Deus” e que "Deus ajudou ao conquistar a vaga".










Kelly Medeiros, modelo, dançarina, BBB, capa de revistas


Já na época do BBB12 confessou a sua fé, e até hoje frequenta a igreja, mas também é dedicada no seu trabalho de modelo.




Mara Maravilha, cantora, 1 ensaio da Playboy


Cantora desde cedo, lançou seu primeiro CD com 14 anos. Já nessa época era muito bonita, e com 22 anos virou capa da Playboy. Trabalhou na TV, sobretudo para crianças. Com 27 anos virou evangélica e canta desde então música gospel, sobretudo para crianças.








Carol Miranda, atriz de pornô, vários vídeos, sobretudo anal
Famosa por seu bumbum conseguiu confessar a sua fé até na indústria de pornô, insistindo em suas primeiras produções em fazer somente anal para manter seu hímen intacto.








Julia Paes, dançarina, modelo e atriz. Ensaiou nua para Sexy Clube   Gravou muitos filmes pornográficos, virou evangélica em 2011, casou e tem um bebê.


Petala Parreira, prostituta novinha e submissa da "Piranhas para Jesus". Ensaios no internet

Virou evangélica com 14 anos, participou de coreografia e canta louvor. Foi nessa época que começou a fazer programas para pagar dívidas, que na maioria das vezes nem eram dela, mas de primos que deveram a traficantes. Forçada por cafetões se entregou nas mãos de cafetões, que a promoviam e transformaram em uma prostituta submissa e meiga. Com 16 anos saiu da escola para trabalhar integralmente. Com 18 anos conheceu a ONG "Piranhas para Jesus" dos Estados Unidos e virou adepta dessa missão para ajudar a prostitutas deprimidas, abatidas e desmotivadas.




Ceyla de Wilka, empregada, ex-prostituta, sites no internet


Começou a trabalhar com 14 anos como empregada, foi abusada e forçada para virar prostituta por três anos. Virou evangélica pelo testemunho de uma outra puta e um ano depois voltou a ser empregada doméstica. Relata que virou muito mais submissa e dócil na prostituição depois de virar crente porque aprendeu a amar seus clientes e seu cafetão de verdade, apesar de ser muitas vezes maltratada.



Nanda, prostituta novinha de Aracaju, site no internet

Virou evangélica na infância, começou a se prostituir com 13 anos e foi conquistada por um cafetão que a transformou em uma prostituta submissa.
Outra opção, se vc pensa em uma outra gostosa




O país está repleta de evangélicas deliciosas. Quer indicar uma? Se quiser escreve o nome dela no comentário, junto com datas como facebook, google e mais, ou manda os dados e fotos para petalap13@gmail.com

Aqui todas as opções juntas, para escolher mais fácil:
Quem é a evangélica mais gostosa do Brasil?
Pastora Natália Nara, ex-capa de playboy e BBB
Valéria Valenssa, ex-globoleza e dançarina nua no carneval
Carla Peres, ex-dançarina de O Tchan. 4 capas da playboy.
Suzana Alves, a Tiazinha. 1 capa da playboy
Meyrielle Abrantes, 1 capa da playboy 2013
Luana Piovani, atriz, nua na revista Trip
Pastora Bruna Tavares, Ex-BBB, nua na Paparazzo
Aline Franzoi, ring-girl com bu...tinha apertadinha, capa playboy 2013
Barbara Evans, atriz. 1 capa da playboy
Kelly Medeiros, modelo, dançarina, BBB, capa de revistas
Mara Maravilha, cantora, 1 ensaio da Playboy
Carol Miranda, atiz de pornô, vários vídeos, sobretudo anal
Julia Paes, dançarina, modelo e atriz. Ensaiou nua para Sexy Clube
Petala Parreira, prostituta novinha e submissa da "Piranhas para Jesus". Ensaios no internet
Ceyla de Wilka, empregada, ex-prostituta, ensaois no internet
Nanda, prostituta novinha de Aracaju, site no internet
Outra opção

As evangélicas transam melhor:
Analises de sites de avaliação de putas e enquetes entre duzentos cafetões de oito países e mais de três mil clientes de prostitutas mostram claramente: As evangélicas transam melhor. 
Enquetes sobre mulheres e meninas evangélicas trazem sempre como resultado, que elas transam melhor, abrem mais as pernas no sexo, são mais quentes, chupam com mais dedicação, engolem e oferecem quase sempre também o cuzinho.
Agora também enquetes e pesquisas em sites de avaliação de prostitutas confirmam essa tendência. Em Belo Horizonte e outras cidades no Brasil prostitutas recebem na média apenas nota 6.4 de seus clientes e 7.5 de seus cafetões. Se a gente compara as prostitutas evangélicas com suas colegas, a pesquisa muda, sobretudo nos olhos dos clientes. As evangélicas recebem dos clientes nota 8.2, enquanto as não-evangélicas chegam apenas a 6.0. Já os cafetões avaliam o desempenho as putas evangélicas com 8.4 e das não evangélicas com 7.3. 
Entre outras razão os clientes falam que as evangélicas são mais sinceras, amorosas, submissas e fazem realmente o que prometem ou o que o cliente exige. Os cafetões contam que elas reclamam menos e são mais educadas.
Essa tendência é a mesma no mundo inteiro, mas de muitos países é difícil chegar a datas, porque não se pesquisam a religião das prostitutas avaliadas. As poucas datas acessíveis confirmam que evangélicas são mais quentes e oferecem mais pelo preço. Na África até os cafetões fazem diferenças grandes e se lambem os dedos por putas evangélicas, que existem em maior escala na Nigéria, África do Sul, Gana, Costa de Marfim e Libéria. Traduzidos para a escala brasileira de um até dez eles avaliam as putas evangélicas com 7.9 e as outras com 5.5. Já a máfia russa avalia prostitutas evangélicas com 9.2 e outras putas com 8.1 – notas altas em geral que são consequência do treinamento e educação bons oferecidos pela máfia às suas prostitutas. 
A máfia turca paga para meninas evangélicas 20% a mais, e na Alemanha prostitutas evangélicas ganham 40% mais do que outras prostitutas. Mas a maior diferença ocorre na Itália: putas evangélicas nigerianas dão 120% mais lucro do que outras putas nigerianas. 
Elas têm mais clientes por dia, adoecem menos e não fogem, e a fuga é que causa o maior prejuízo aos donos das putas. Por isso eles fazem de tudo para amedrontar as meninas com a ideia de que um fuga não terá sucesso e implicaria em castigos horríveis para a menina e a sua família na Nigéria. Com tais preparativos e castigos para submeter as putas eles perdem muito tempo que depois faz falta. As evangélicas, no entanto, são submissas desde o início e fazem simplesmente o que cumpre a elas. Assim uma puta de rua evangélica faz na média 500 Euro (R$ 1500) por dia incluídas gorjetas, e as outras putas chegam na média só a 260 Euro (R$ 780). 
As evangélicas são mais humildes e se contentam normalmente com 5 até 7%, então 25 ou 30 Euro, mas as outras não param de reclamar até elas ganham 10 ou até 20%, então entre 28 e 56 Euro por dia. Assim os cafetões, cafetinas ou outros responsáveis ficam somente têm um lucro de na média 220 Euro com prostitutas nigerianas normais, mas de 470 Euro com moças evangélicas importadas da Nigéria.
Mesmo assim 46% dos cafetões não gostam de putas evangélicas, enquanto só 38% preferem prostitutas evangélicas. As razões pela rejeição das evangélicas são obscuras, possivelmente medo da religião em geral,ou receio de explorar uma moça ética e comportada. Segunda a psicóloga Dra. Laura Micconi, Nápoles, Itália, muitas vezes sentimentos inconscientes de inferioridade fazem com que os cafetões se sentem mau ou inseguros quando lidam com prostitutas evangélicas. Pela mesma razão e para compensar e superar tais sentimentos certos outros cafetões batem muito em putas evangélicas, embora que o desempenho delas seja boa, como eles mesmos relatam. Perguntados pela razão por que eles batem mais nas evangélicas, embora que elas lucram mais e se comportam melhor, respondem que batem para elas sempre continuarem assim, e outros respondem que batem porque elas gostam de serem escravizadas e tratadas com dureza.

Leia mais em putaseprostitutas.blogspot.com.br



Prostitutas e putas evangélicas viram cada vez mais um símbolo de perfeição e um desejo de consumo sofisticado. Prostitutas 
evangélicas tem na média 20% mais clientes e cobram na média 12% mais caro, e isso embora que muitas delas ainda não descobriram a vantagem de 
colocar a sua fé na bandeira e trabalham incógnitas, sem aproveitar as vantagens de serem evangélicas. "Até há cinco anos atrás nunca ninguém me perguntou se a gente tem putas evangélicas", conta Luiz, um dos porteiros mais velhos e 
Putas evangélicas são o sonho
de muitos homens
experientes na Rua Guaicurus, a famosa zona de hotels cheios de prostitutas em Belo Horizonte. "Hoje em dia não passa um dia que não perguntam por prostitutas evangélicas."

Gabriela é acompanhante em São Paulo. Quando ela em 2010 resolveu não esconder mais a sua fé, sua carreira acelerou bastante. Além de evangélicos que procuram putas ao par deles vêm católicos e ateus, que gostam de conhecer prostitutas evangélicas, e também muçulmanos e japoneses. Desde 2010 ela dobrou seu preço, e mesmo assim tem mais clientes do que antes.

Muitas putas evangélicas são 
totalmente submissas
Em um anuncio mais detalhado escreveram:
Procuram-se dançarinas, acompanhantes, prostitutas e putas evangélicas e também iniciantes, que querem melhorar a sua vida fazendo programa. 
Não importa a sua experiência, porque vc vai ter a chance de aprender tudo o que uma garota 
de programa boa precisa saber. Importam a boa vontade e a dedicação ao trabalho. Preferimos meninas que tem carinho e paixão pelo trabalho e se preocupam com o bem-estar e com os desejos e preferências de seus clientes. Aceitamos tb meninas do interior, que podem morar no local, se quiserem.
Tel.: 31-8445-1399 ou 31-3421-5018 (Cida), Belo Horizonte

O homens, que procuram prostitutas evangélicas, relatam que elas depilam com mais apuro, são mais submissas, chupam melhor, engolem e oferecem sempre anal sem frescuras.



Priscila, estudante evangélica de Guarulhos e prostituta



Pricila é estudante e quer ser boa na sua materia. Por isso ela estuda muito e não tem como trabalhar por 40 ou mais horas em um supermercado ou num escritório para ganhar um salário mínimo. Ela pensa no seu futuro e no bem da sua fámilia futura, porque um dia ela quer namorar e casar. Mas por enquanto tem que ganhar as mensalidades da faculdade e o custo da vida e economizar para o futuro. Nada melhor para uma menina bonita do que fazer programa. Em vez de ficar de graça com homens e rapazes como muitas colegas de faculdade, a evangélica prudente ganha com os relacionamentos um sustento e aplica-o para alcançar seu alvo bom e justo. Uns três ou quatro homens por dia dão tranquilamente para pagar tudo.




 Pricila dança também em festas, é sempre alegre e não tem frescura
 
 

 

 
 

 Meninas boas, evangélicas ou outras crentes, submissas e educadas pensam em Deus também quando abrirem as pernas ou mostrar outras partes de seu corpo. Elas se lembram sempre, que Deus as criou com muito amor. Elas querem ser submissas, boas e obedientes. Se elas se apresentam nuas ao seus maridos, namorados, cafetãos, clientes, patrões  ou outros donos ou superiores, isso é uma maneira para agradecer a Deus, agradando ao seu próximo e obedecendo em submissão às pessoas, que Deus coloca em cima delas.



Fotos dessa reportagem publicadas com permissão de Pricila Martins. 
Contato: email: priciilaputa@gmail.com
Pricila Martins nua brincando com uma amiga
O cu é um forte da prostituta Pricila Martins, ela adora anal. Se fala que uma puta evangélica boa e educada sempre oferece o cuzinho e adora tapas na bunda, mas não se sabe se é mesmo por preferência ou só pela submissão. Quem sabe a submissão leva-a aoferecer anal, e com o tempo ela começa a gostar.
m

69% dos operários em construções para a copa 2014 preferem putas evangélicas. Essa é a resposta surpreendente em uma enquete com 19 perguntas sobre putas e prostitutas, que agem por volta das áreas de construção e se oferecem ou são oferecidas por terceiros aos operários. Outras respostas interessantes são: 40% dos operários preferem putas negras ou mulatas, 81% preferem meninas bem obedientes, 38% preferem meninas mais novas do que 15 anos, 89% preferem prostitutas depiladinhas, 69% preferem putas evangélicas, 54% preferem faveladas pobres, 82% preferem transar com camisinha, 28% preferem não beijarem as putas e 35% preferem não chuparem as putas.

45% reponderam que nem queriam usar prostitutas, mas sucumbiram quando viram a puta, por causa da beleza, juvenilidade ou jeitinho dela ou pela solidariedade e tesão forte por ficarem por muito tempo sem transarem. 47% já 
planejam usar putas, quando eles trabalham em obras por muito tempo fora da casa, pelo menos se tiver boas ofertas. 35% falam que contratam uma puta porque querem ajudar a uma menina pobre e necessitada. 18% responderam que contratam putas para humilhá-las.

Uma puta evangélica, sendo ela mais submissa, se sente mais por dentro se ela se apresenta toda vulnerável num palco para os espectadores. Mostra mais dedicação e sensualidade. Jessica Biel, uma atriz evangélica, que já posou também nua, exprime tudo isso muito bem nesse filme.

Novidade: Puteiros e cafetões procuram prostitutas e putas evangélicas para atender a demanda por meninas boas, dedicadas, submissas e amorosas, sem frescuras.
Não é só na beleza da menina que o comprador deve ficar de olho. Também o caráter, a habilidade, a docilidade e até a religião têm a sua importância e influenciam o preço da “mercadoria” no tráfico da “escravatura branca”. O fator mais importante para 55% dos cafetões e traficantes de meninas é mesmo assim a beleza. 17% votaram na docilidade e meiguice, 15 % na submissão e obediência, e 9% nas habilidades na cama. Eles optam pela beleza, porque a maioria acha, que eles mesmos podem criar as outras virtudes numa puta através de uma educação rigorosa e boa, enquanto a beleza é um dom dado e quase impermutável.


Interessante nesse aspecto é que 48% preferem meninas meigas, submissas e obedientes, 18% falam que tanto faz, mas 16% preferem meninas um pouco rebeldes e 18% meninas 
muito rebeldes, porque acham gostoso se eles mesmos têm que incumbir se ao trabalho de educar uma puta novinha através de ameaças, promessas, estupros e principalmente castigos rigorosos e também surras e flagelações preventivos. Eles acham que a puta depois é mais intimamente ligada a eles, além de gostarem dos estupros e torturas. 84% falaram que gostam de quebrar meninas sexualmente.


Quanto á preferência em geral ou preferência profissional 85% dos cafetões e traficantes de meninas preferem putas brancas, já que elas rendem mais. Na pergunta eles deviam dizer, se eles poderiam comprar pelo mesmo preço uma linda branca, negra, mulata, índia ou asiática, por qual iriam se decidir. Quanto à preferência pessoal, foram consultados sobre com que tipo de puta eles prefeririam trabalhar, independente do dinheiro. Deveriam imaginar, que fossem ajudante em um puteiro e recebessem um fixo. Agora teriam a opção de escolher entre muitas putas novas, de quais delas queriam cuidar para educar, treinar, castigar e, se necessário, torturá-los. Nesse caso 41% gostam mais de mulatas, 18% de negras, 21% de brancas, 16% de asiáticas e 3% de índias.


Quanto a preferência religiosa também foi feita a mesma diferenciação. Se comprarem putas, visando bons negócios, 31% preferem putas sem ligação religiosa, 22% preferem prostitutas evangélicas, 13% putas católicas, 29%  não têm preferências e 4% optam por outras religiões. A pergunta, com que tipo de putas eles pessoalmente gostam de trabalhar, independente do dinheiro, só pensando na educação, castigos e a tarefa de quebrar a menina sexualmente e fazê-la submissa e psicologicamente dependente de seu cafetão, 48% gostam mais de trabalhar com putas evangélicas, 28% não tem preferências, 8% optam por prostitutas católicas, 7% preferem putas sem ligação religiosa, 5% optam por putas judaicas, 1% por muçulmanas, 2% por budistas e 1% por outras religiões.


Se comprarem putas, visando bons negócios, 69% preferem putas que adoram ser prostitutas. 21% preferem meninas que se decidem pela prostituição por necessidades como extrema pobreza,  e 10% preferem meninas que foram forçadas por terceiros. A pergunta, com que tipo de putas eles pessoalmente gostam de trabalhar, independente do dinheiro, só pensando na educação, castigos e a tarefa de quebrar a menina sexualmente e fazê-la submissa e psicologicamente dependente de seu cafetão, recebeu respostas diferentes: 71% gostam mais de putas forçadas para se prostituirem, porque o processo de educar, submeter, treinar, estuprar, castigar, acostumar e humilhá-las é mais importante, demorado e por isso mais gostoso e satisfatório para o responsável.


Quanto à idade foi também feita a mesma diferenciação. 44% preferem profissionalmente putas acima de 18 anos, porque elas rendem mais. 35% preferem prostitutas de 15 até 17 anos, e 15% preferem putas de até 14 anos.


Quanto à gostosura do processo de acostumar, educar, treinar e castigar as novinhas, 22% preferem putinhas de até 14 anos de idade, 41% de 15 até 17 anos, e 23% preferem putas adultas de 18 anos ou mais.


Obediência e submissão se mostram se revelam quando a puta mostra as suas partes. A gente repara logo, se ela faz isso com certa repugnância ou com dedicação e vontade se mostrar-se como submissa e obediente como de espera de uma menina boa e evangélica.



"Quero ser uma bênção para os meus clientes, o meu cafetão e a minha família"


Ela é uma jovem evangélica e uma prostituta dedicada, boa, submissa, obediente ao seu cafetão e aos seus clientes, sempre mansa e dócil e nunca preguiçosa.
Ela faz de tudo para satisfazer o seu cafetão e seus clientes, para fazer a eles felizes. Ela fala às colegas de Jesus e beija com paixão. Ela chupa nua, de joelhos, lambendo tudo, inclusive os bagos e o cu do cliente, deixa a ele enfiar fundo na garganta e engole. O dinheiro que o cafetão lhe deixa ela manda para ajudar aos seus pais e irmãos. Ela não desperdiça seu dinheiro com roupas caras. Sai pouco do prostíbulo, e lá dentro quase não precisa de roupa. Se ela tem tempo livre, lê livros, aprende inglês e toca violão, coisas que contribuem para ser uma prostituta ainda mais perfeita. Tudo isso, porque o amor é muito forte e vivo nela, e como evangélica ela obedece aos seus superiores. 

"Meus superiores são meu cafetão, os funcionários do prostibulo e temporariamente o cliente. Porque na hora, em que ele me aluga, meu cafetão me dá a ele, e por isso ele é nesse momento meu superior. Se ele me maltrata ou até tortura não reclamo mas oro a favor dele, porque os homens que maltratam meninas fazem isso, porque eles são cheios de raiva e aborrecimento, eles sofrem com isso. Oro também que tais homens venham para mim e não torturem as outras meninas que não tem o consolo do evangelho e sofrem por isso muito mais sob maltratos e humilhações."

Claro que ela chupa com toda a dedicação e submissão de uma verdadeira puta evangélica submissa, dócil e boa; com isso ela quer sempre também mostrar, como uma evangélica e boa. Mas também em outras habilidades ela é trabalhadora e sempre prestes de aprender mais. Seu maior prazer é se alguém a elogia e pergunta, por que ela é tão perfeita. Aí ela pode testemunhar e contar sobre a sua motivação e a ajuda espiritual, que recebe.


"Desde peguena foi treinada com mordaças com paus de borracha na boca para poder ser um dia uma prostituta perfeita. Minha mãe foi prostituta por 35 anos, mas sempre passa mal, se um homem lhe enfia o pau fundo na garganta. O cafetão dela queria me poupar desse destino e mandou para me treinar com paus de borracha desde cedo."


Uma prostituta evangélica deve se submeter totalmente quando ela é alugada a um cliente.
Uma puta ou prostituta evangélica boa é sempre submissa e obediente ao seu cafetão e aos seus clientes. Por isso ela trabalha com paixão e dedicação, trata todos com amor e é sempre mansa e dócil, mesmo se os outros a tratam mal. Quem fica por um tempo com uma rapariga dessa qualidade, sai renovado e feliz.

"Nessas fotos sou algemada, mas tb sem esse preventivo deixo o homem transar fundo na minha garganta. Acho, que cada prostituta deve obedecer à vontade do cliente. Quanto mais uma evangélica, que aprendeu ser obediente e submissa, ou uma tailandesa que aprendeu ser uma puta perfeita desde pequena. E eu sou as duas."
"Se o homem fica passivo, chupo com dedicação total e recibo-o bem fundo na minha garganta. Mas se ele pega minha cabeça e a empurra para frente para enfiar o pau à força me sinto ainda mais puta e escrava. Se ele ejacula totalmente dentro da minha garganta, dá para sentir o jorro muito fundo, e isso faz que me sinto totalmente ligada a ele."

"Acho que é fácil para uma menina evangélica ser uma puta boa. É só obedecer sempre."


"Quando abro a boca e a garganta, abro quase automaticamente também as pernas, porque me sinto completamente puta e escrava do homem, que me possui neste momento, seja meu cafetão ou um outro superior, seja um dono temporário que pagou e recebeu os direitos de me usar de meu cafetão."

"Quando abro a boca, abro tb a mente. Quero ser nesse momento só puta. O cliente, que paga um preço para me ter por si, tem o direito de usar o meu corpo assim como ele quiser. Quero vê-lo feliz."

"Quando abro a boca, abro tb a mente. Quero ser nesse momento só puta. O cliente, que paga um preço para me ter por si, tem o direito de usar o meu corpo assim como ele quiser. Quero vê-lo feliz."  

"Nessas fotos sou algemada, mas tb sem esse preventivo deixo o homem transar fundo na minha garganta. Acho, que cada prostituta deve obedecer à vontade do cliente. Quanto mais uma evangélica, que aprendeu ser obediente e submissa, ou uma tailandesa que aprendeu ser uma puta perfeita desde pequena. E eu sou as duas."

Leia mais sobr essa jovem gostosa em http://evangelicasfaceis.blogspot.com.br/
Meninas evangélicas são mansas e submissas e nem reclamam se levam uma surra merecida








Uma puta ou prostituta evangélica boa é sempre submissa e obediente ao seu cafetão e aos seus clientes. Por isso ela trabalha com paixão e dedicação, trata todos com amor e é sempre mansa e dócil, mesmo se os outros a tratam mal. Quem fica por um tempo com uma rapariga dessa qualidade, sai renovado e feliz.
/ 
  

Obediência e submissão se mostram se revelam quando a puta mostra as suas partes. A gente repara logo, se ela faz isso com certa repugnância ou com dedicação e vontade se mostrar-se como submissa e obediente como de espera de uma menina boa e evangélica.








Uma puta, prostituta ou outra menina evangélica gosta dos castigos e se arrepende dos pecados, e aceita os castigos em submissão e agradecimento
Uma puta, prostituta ou outra menina evangélica gosta dos castigos e se arrepende dos pecados, e aceita os castigos em submissão e agradecimento
Obediência e submissão se mostram e se revelam quando a puta mostra as suas partes. A gente repara logo, se ela faz isso com certa repugnância ou com dedicação e vontade para mostrar-se como submissa e obediente como se espera de uma menina boa e evangélica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário